Notícias, Prevenção

Sintomas do câncer de intestino

publicado em 17 de julho de 2018

Os principais sintomas de câncer de intestino, como diarreias frequentes, sangue nas fezes ou dor na barriga, podem ser difíceis de identificar porque são sinais que também podem ocorrer devido a problemas comuns, como infecção intestinal ou hemorroidas.

Além disso, os sinais variam de acordo com a localização do tumor e gravidade da doença, sendo recomendado procurar o médico quando os sintomas persistem por mais de 1 mês.

Sintomas de Câncer Colorretal
O câncer que mais afeta o intestino é o colorretal, que atinge a última parte do intestino grosso. A seguir estão listados os principais sintomas deste tipo de câncer:

  • Diarreia ou prisão de ventre constantes?
  • Fezes de cor escura ou com sangue?
  • Gases e cólicas abdominais?
  • Sangue no ânus ou visível no papel higiênico ao limpar?
  • Sensação de peso ou dor na região anal, mesmo após evacuar?
  • Cansaço frequente?
  •  Análises de sangue com presença de anemia?
  • Perda de peso sem razão aparente?

Sintomas de câncer no intestino delgado
Porém, o câncer de intestino também pode surgir na primeira parte do intestino, conhecida como intestino delgado, provocando sintomas menos específicos como dor no abdômen, cansaço geral, anemia e perda de peso, não sendo fácil de identificar sem exames complementares, como tomografia computadorizada, requisitados pelo gastroenterologista.

Exames que confirmam a presença de câncer

Em caso de suspeita de câncer, os exames mais utilizados para confirmar o diagnóstico são:

  • Exame de fezes: ajuda a identificar a presença de sangue oculto ou de bactérias responsáveis por alterar o trânsito intestinal;
  • Colonoscopia: é utilizada para avaliar as paredes do intestino quando existem sintomas ou presença de sangue oculto nas fezes;
  • Tomografia computadorizada: é usada quando não é possível fazer a colonoscopia, como no caso de alterações da coagulação ou dificuldade respiratória, por exemplo;

Antes de fazer estes exames, o médico pode ainda pedir algumas alterações na dieta e no estilo de vida para confirmar que os sintomas não estão sendo produzidos por situações menos graves como intolerâncias alimentares ou Síndrome do Intestino Irritável.

Fonte: Tua Saúde