Destaques

Nova pesquisa traz esperança contra o câncer de pele

publicado em 12 de dezembro de 2012

Uma pílula conhecida como RG7204 vem sendo a arma dos cientistas no combate ao câncer de pele.
De acordo com um estudo divulgado na revista Nature, nos EUA, o remédio é capaz de reduzir em até 80% o tamanho dos tumores.

A pílula age da seguinte forma: ela bloqueia uma proteína chamada interferon gamma, conseguindo diminuir a multiplicação acelerada de células da pele e, assim, combater a incidência de câncer nesta região.

Ao se inibir a presença da proteína com remédios, o número de macrófagos é reduzido e a tendência de reprodução acelerada dos melanócitos é menor.

Assim, consegue-se diminuir as chances de se desenvolver um melanoma, a forma mais agressiva do câncer de pele. O teste foi feito com 700 pacientes que reagiram muito bem à droga.

O único efeito colateral que apresentaram foram erupções cutâneas e fotossensibilidade, mas nada alarmante.

Fonte: R7