Destaques, Notícias

Homens de Rondonópolis e região participam de busca ativa para diagnóstico precoce do câncer de próstata na Apor

publicado em 11 de fevereiro de 2021

No último dia 05/02, 11 homens de Jaciara, Alto Garças, Rondonópolis e de aldeias indígenas da região estiveram no Centro de Prevenção e Diagnóstico precoce da Apor (Centro de imagens), para passar por consulta com o médico urologista Dr. Fernando Borges.

Eles fazem parte dos 321 homens que participaram da campanha de busca ativa realizada pela Apor e viabilizada pelas doações que vieram da Bayer Brasil.

Na busca ativa, homens a partir dos 45 anos (ou menos, caso tenham pai ou irmãos com histórico de câncer de próstata), passam por coleta de sangue para o exame de PSA. É esse exame que identifica se há alguma alteração na próstata.

Dos 321 pacientes que fizeram o exame, 30 apresentaram alterações que indicam a necessidade de investigação especializada do médico urologista. Além da  consulta, se houver necessidade, é feita a biópsia de próstata (realizada com auxílio de ultrassom)  e são realizados exames de laboratório de anatomia patológica.

A importância da prevenção

Foi a primeira vez que Willian Bauduíno, de 39 anos, fez o exame: “Meu avô faleceu de um câncer de próstata por falta de orientação. Foi diagnosticado tarde demais. Meu pai também teve os exames alterados, mas fez o tratamento e está bem. Estou aqui porque sei da importância da prevenção“.

Conterrâneo de Willian, de Jaciara, Sr. Adauto Claro de Souza, de 69 anos, já é veterano no exame. É a quarta vez que realiza o PSA. “A primeira vez que eu fiz o exame foi na empresa que eu trabalho. Foi uma tiração de sarro dos colegas. Mas eu não liguei não. Daí deu uma alteração e o médico disse que eu precisava acompanhar. Eu gosto muito da minha saúde e faço o acompanhamento certinho“.

Marleide Narciso, gestora da Apor, lembra sobre a importância do diagnóstico precoce: “A chance de cura é muito maior quando o câncer de próstata é diagnosticado no começo. Por isso, a Apor tem feito esse trabalho de busca ativa. Nós agradecemos muito o Bayer Brasil e todos os parceiros que tornaram possível a realização dessa ação”.

No dia 26 de fevereiro, mais 15 homens vão passar pela consulta com o Dr. Fernando Borges. Eles vêm das cidades de Tesouro e Guiratinga.

Carinho e acolhimento

Além dos exames e consultas, a Apor recebe os pacientes com café da manhã, almoço e todo cuidado da equipe especializada. Até os doutores da alegria “Amigos da Apor” estiveram com os pacientes na manhã do dia 15. Eles prometeram voltar no dia 26 com toda aletria e carinho que os pacientes merecem.