Destaques, Notícias

Câncer de Pâncreas

publicado em 16 de julho de 2013

imgHandlerAs células exócrinas e as endócrinas do pâncreas formam tipos completamente diferentes de tumores:

Tumores Exócrinos
Os tumores exócrinos são o tipo mais comum de câncer de pâncreas. Cistos benignos e tumores benignos denominados cistoadenomas podem ocorrer, mas a maioria dos tumores exócrinos do pâncreas é maligna.

Aproximadamente 95% dos casos de câncer de pâncreas exócrinos são adenocarcinomas. Esses cânceres normalmente começam nos ductos do pâncreas, mas às vezes se desenvolvem a partir das células que produzem as enzimas pancreáticas (carcinomas de células acinares).

Os tipos menos comuns de câncer ductal de pâncreas exócrino incluem carcinomas adenoescamosos, carcinomas de células escamosas e carcinoma de células gigantes. Esses tipos são diferenciados um do outro quando vistos sob o microscópio.

O tratamento de um câncer de pâncreas exócrino se baseia principalmente no estadiamento da doença e não exatamente no seu tipo.

Outro tipo de câncer é o carcinoma da ampola de Vater, que se origina nesta região. Esse câncer frequentemente bloqueia o ducto biliar, provocando icterícia (pele e olhos amarelados).

Tumores Endócrinos
Os tumores de pâncreas endócrino são incomuns. Como grupo, eles são conhecidos como tumores neuroendócrinos do pâncreas, ou às vezes como tumores de células das ilhotas. Existem vários subtipos de tumores de células das ilhotas, denominados de acordo com o tipo de hormônio produzido pela célula:

Insulinomas – Começam nas células que produzem a insulina.
Glucagonomas – Começam nas células que produzem glucagon.
Gastrinomas – Começam nas células que produzem gastrina.
Somatostatinomas – Começam nas células que produzem somatostatina.
VIPomas – Começam nas células que produzem peptídeo intestinal vasoactivo (VIP).
PPomas – Começam nas células que formam o polipéptido pancreático.
Os tumores carcinoides são outro tipo de tumor neuroendócrino do pâncreas, que produzem a serotonina ou seu precursor, 5-HTP.

Cerca de metade dos tumores neuroendócrinos do pâncreas produzem hormônios que são liberados na corrente sanguínea e por isso são denominados tumores funcionais. Os tumores que não produzem hormônios são chamados de não funcionais.

Os tumores de células das ilhotas podem ser benignos ou malignos. Os benignos são chamados de tumores neuroendócrinos do pâncreas, enquanto os malignos são denominados de carcinomas neuroendócrinos.

Os cânceres pancreáticos neuroendócrinos representam menos do que 4% de todos os cânceres de pâncreas. O tratamento e o prognóstico dependem do tipo de tumor e do estadiamento. Os tipos mais comuns de tumores endócrinos pancreáticos são gastrinomas e insulinomas. Os outros tipos ocorrem muito raramente.

Fonte: oncoguia.org