Destaques, Notícias

Apor realiza campanha de prevenção do câncer de próstata no Posto Fórum

publicado em 6 de janeiro de 2021

No dia 10 de novembro, a equipe da Apor e do CedirLab chegaram no Posto Fórum com uma missão nobre: colher exames de PSAs dos funcionários com mais de 50 anos que trabalham no posto.

O PSA é um exame de sangue que pode indicar se há alguma alteração na próstata. No Posto Fórum, a Apor conseguiu disponibilizar o exame para todos os funcionários com mais de 50 anos. No total, foram 22 exames.

A ação só foi possível de ser realizada graças à parceria com André Cobianchi, sócio-proprietário do Posto Fórum, que sempre contribui com a Apor.

A importância da prevenção

Foi a primeira vez que Elivaldo Nunes Prado, funcionário de 55 anos, fez o exame. “Eu acho que a gente não pode ter medo de se cuidar não. A gente passa por tanta coisa nessa vida, se de alguma coisa alterada e eu precisar fazer outros exames não tem problema. A gente tem que se cuidar”, conta Elivaldo.

Ricardo Nunes, de 61 anos, que é Gerente do Posto e também fez a coleta concorda. “A gente sabe que quanto mais cedo tem um diagnóstico mais chance tem de cura. Então precisa fazes os exames. É de fundamental importância”, explica Ricardo.

A coleta foi feita por Vanessa Conceição, do CedirLab e a ação foi conduzida com a orientação da Jucelia Grachet e o apoio da Josimária Castro do RH do Posto Fórum. Tudo seguiu de forma rápida sem atrapalhar a dinâmica de atendimento do posto.

“Nós ficamos muito felizes com poder retribuir a parceria que o Posto Fórum tem com a Apor. Escolher o posto para fazer esses exames foi uma forma também de agradecer por todas as doações que os sócios-proprietários André Cobianchi e Anísio Dias já fizeram para os pacientes da Apor “, explica o pecuarista João Pasqualotto, voluntário da Apor que, junto com Marleide Narciso, gestora da Apor, viabilizaram a ação.

O apoio da Apor segue com as consultas

Caso o resultado do exame indique alguma suspeita, o paciente será encaminhado para uma consulta com um urologista. Essa consulta também é viabilizada financeiramente para Apor, assim como as biópsias e outros procedimentos que o médico solicite para fechar o diagnóstico dos pacientes.

A busca ativa para diagnóstico precoce do câncer de próstata que a Apor está realizando só está sendo possível graças à doação da Bayer Brasil.